Três estupradores foram presos na Bahia


1º caso - Um homem, acusado de estupro em Vitória da Conquista, no Sudoeste do Estado, foi capturado na Cidade de Bom Jesus da Lapa, a 796 km de Salvador.

De acordo com a Polícia Civil, uma equipe de agentes se deslocou até a cidade para transferir Marconildo de Jesus Santos, 28 anos, para Vitória da Conquista.

Ele fugiu da cidade desde que teria praticado um estupro no Povoado da Estiva. Marconildo teria violentado uma jovem recém-casada na frente do esposo.

Mais conhecido como “estuprador do Candeias” Marconildo é considerado de altíssima periculosidade. Nos últimos meses ele fez mais de 20 vítimas, em assaltos e estupros.

Fonte: Aratu

2º caso - Um homem acusado de assaltar e estuprar mulheres foi preso na última terça-feira, 29, na região de Souto Soares, no centro-norte da Bahia. Mauro Roberto dos Santos, vulgo Singa, agia com ajuda de comparsas nas estradas da região de Irecê.

No início deste mês, o criminoso assaltou um ônibus próximo a Mulungu do Morro e arrastou duas passageiras para um matagal, onde foram violentadas. No último dia 20, Mauro também estuprou uma jovem de 19 anos que viajava em um caminhão, também na região de Mulungu do Morro.

Mauro Roberto foi reconhecido pelas vítimas na delegacia e está custodiado na cadeia de Seabra. O bandido já era procurado pela polícia de Iraquara, acusado de estuprar mãe e filha. (Irecê Repórter)

3º caso - Mauro Roberto dos Santos também é suspeito de estuprar uma mulher em um assalto a um ônibus intermunicipal, diante de todos os passageiros.

Foi preso um homem acusado de realizar um estupro coletivo envolvendo mãe, filha e uma amiga no município de Iraquara, no Centro-norte Baiano. De acordo com a 13ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (13ª Coorpin/Seabra), Mauro Roberto dos Santos, de 25 anos, abordou uma mulher e sua filha adolescente enquanto ambas voltavam para casa no dia 22 de janeiro.

Ele levou as vítimas para a residência onde moram e, fazendo ameaças com um revólver 9 mm, estuprou as duas. Após a agressão, ele ainda viu a foto de uma adolescente, amiga da garota violentada, e obrigou-a a ligar para a menina e convidá-la para uma visita.

Segundo a delegada da 13ª Coorpin, Lorena Braga Amorim, a nova vítima chegou à casa com uma outra amiga e foi surpreendida pelo criminoso. Ela também foi estuprada e sua colega teve que ficar nua e foi espancada. Mauro não chegou a consumar o ato sexual com a última vítima, pois esta estava menstruada. O criminoso passou a noite violentando as vítimas e chegou a agredi-las com mordidas e socos no rosto, fugindo pela manhã.

No fim do ano passado, Mauro ainda teria assaltado um ônibus intermunicipal e, segundo a Polícia Civil, estuprado uma mulher na presença dos passageiros, novamente usando um revólver. Ele é acusado de cometer pelo menos três assaltos seguidos de estupro nos últimos três meses, nas cidades de Iraquara e Canarana, que fica a 523 km de Salvador. Ele é ainda é acusado de ser comparsa de um ladrão de bancos de prenome “Tomás”, que está foragido.

O criminoso é natural do município de Mulungu do Morro, a 460 km de Salvador, e retornou à Bahia há cerca de três meses, após passar alguns anos em São Paulo. Ele foi preso após se envolver em uma briga e disparar tiros contra um homem ainda não identificado.

Mauro foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma na Delegacia de Seabra e vai responder por crimes de estupro, roubo, constrangimento ilegal e cárcere privado.

Fonte: correiodabahia

Últimos Eventos

Publicidade











Larissa Cardoso